Pequeno amontoado inspiracional

Para o meu amigo Bruno Ferreira – espero que este pequeno texto seja inspiracional o bastante para você.

 

 

Enquanto recém-nascidos, abrir os olhos para ser a coisa mais assustadora do mundo. Alguns de nós já vem ao mundo de olhos abertos, prontos para nos maravilhar e morrer de medo do que vem a seguir. Outros de nós, entretanto, demoram meses. Assim como os recém-nascidos abrem os olhos, depois de crescidos, também precisamos, muitas vezes, abrir nossos olhos. Esse abrir metafórico é igualmente assustador e excitante.

Mas quando a coragem nos preenche, é inevitável se deixar levar. O mundo se transfigura à sua volta, e encarar o mundo sob uma nova perspectiva vê-se plausível. As correntes estão largadas no chão – nunca mais as toque. Não olhe para trás. O futuro começa agora, e você é o narrador. Aproveita que o prólogo já terminou e comece o primeiro capítulo. Aproveita da sua licença poética e sirva-se de mais.

Você é o ontem, o hoje e o mais importante – o amanhã.

Pequeno amontoado inspiracional